Jornal do Brasil

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

Internacional

Cartas de Jacqueline Kennedy a padre são encontradas

Ex-primeira-dama fazia desabafos sobre marido

Agência ANSA

 Por mais de uma década, a ex-primeira-dama dos Estados Unidos Jacqueline Kennedy escreveu a um padre irlandês revelando como se sentia sobre as ambições políticas de seu marido, John F. Kennedy (1917-1963), a paixão dele pelas mulheres e seu assassinato. As cerca de 30 missivas devem ser vendidas em um leilão no mês que vem. A casa de leilões Sheppard se negou a revelar como obteve os textos, que devem ser vendidos por pelo menos US$ 1,6 milhões.

    A filha de Jackie, Caroline Kennedy, atualmente embaixadora dos EUA no Japão, se recusou a comentar o episódio. O jornal "The Irish Times" teve acesso, de forma exclusiva, às 130 páginas de correspondência mantida entre Jackie e o padre Joseph Leonard entre 1950 e 1964.

    Jackie conheceu o religioso quando tinha 21 anos e ele 73 e voltou a vê-lo somente cinco anos mais tarde. Apesar de terem se visto apenas duas vezes, eles começaram a se corresponder de forma regular.

    Nas cartaS, a ex-primeira-dama costumava pedir conselhos. Em uma de suas últimas mensagens, uma das mais emotivas, ela disse que "preferia ter perdido a minha vida a ter perdido Jack", como chamava o marido.

    "Me faz tão bem escrever e me livrar de pesos, porque senão não diria nada a ninguém", escreveu em uma das cartas. Ela continuou escrevendo após a morte do marido, em 1963, e interrompeu as cartas apenas com o falecimento do religioso.(ANSA)

Tags: correspondência, EUA, igreja, kennedy, Leilão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.