Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

Internacional

Naufrágio mata 17 pessoas no Mar Mediterrâneo

Agência ANSA

Sobe para 17 o número de mortos em naufrágio ocorrido ontem, 12, a 40 milhas da costa da Líbia.  Cerca de 206 sobreviventes estão sendo levados pela embarcação italiana Grecale à cidade de Catania, na Sicília. A embarcação naufragada estaria levando imigrantes para a costa da Itália. 

A Procuradoria Distrital da Catania irá abrir um inquérito para averiguar as causas do acidente. No momento está sendo trabalhada a hipótese de naufrágio culposo e homicídio culposo. "É insuportável a hipocrisia de quem nos critica por estarmos prestando socorro no mar e ontem chorava os mortos do naufrágio", declarou o ministro do Interior, Angelino Alfano em entrevista. "Aos que nos pedem todos os dias para que não façamos resgates no mar, pedimos que coloquem a mão na consciência antes de falar", completou o ministro. O governo italiano constantemente resgata no Mar Mediterrâneo embarcações com imigrantes partidas no norte da África. No último dia 6 de abril, 40 pessoas morreram após o naufrágio na costa da Líbia de uma embarcação ilegal que transportava imigrantes. Por conta de sua proximidade com Malta e com outras nações europeias banhadas pelo mar Mediterrâneo, a Líbia é uma dos lugares de maior trânsito para imigrantes que tentam fugir da África Subsaariana rumo aos países desenvolvidos, situação que é facilitada pelas suas fronteiras pouco protegidas.

    Em outubro do ano passado, o naufrágio de um barco com estrangeiros ilegais que partira da costa africana rumo à ilha italiana de Lampedusa deixou 366 vítimas fatais. (ANSA)

Tags: itália, líbia, morte, naufrágio, Sicília

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.