Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Internacional

Ex-ministro italiano será interrogado na prisão

Agência ANSA

O ex-ministro do Interior da Itália Claudio Scajola será interrogado na próxima sexta-feira (16) na prisão de Regina Coeli, em Roma, onde está detido desde o dia 8 de maio ao lado de outras sete pessoas. A conversa será conduzida pelo procurador nacional antimáfia Francesco Curcio e pela Direção Distrital Antimáfia (DDA) da província de Reggio Calábria, que coordenam a investigação.    

Scajola foi preso em Roma sob a acusação de ter ajudado o empresário e ex-deputado italiano Amedeo Matacena a fugir de Dubai, onde se encontra atualmente, para o Líbano. O empreendedor foi condenado em seu país a cinco anos de cadeia pelo crime de associação mafiosa. O ex-ministro teve cargos importantes durante os governos de Silvio Berlusconi e, assim como Matacena, é filiado ao partido liderado pelo ex-premier, o Forza Italia (FI). A investigação já identificou outros suspeitos de participar do caso, mas seus nomes são mantidos sob o mais absoluto sigilo. Scajola também teria ajudado o ex-deputado a escapar da Justiça italiana após sua condenação.    

Depois de rodar por algumas nações, Matacena chegou aos Emirados Árabes Unidos, onde foi preso no aeroporto de Dubai a pedido das autoridades da Itália. Algumas interceptações telefônicas ainda apontaram que Scajola oferecia a escolta e policiais do Ministério do Interior para garantir uma fácil locomoção para a mulher do empresário dentro da Itália.

Tags: italiano, mafioso, Ministro, processo, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.