Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Internacional

Putin retira tropas da fronteira ucraniana

Agência ANSA

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou nesta quarta-feira (7) a retirada de tropas da fronteira com a Ucrânia. A declaração foi feita durante uma coletiva de imprensa ao lado do presidente de turno da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (Osce), Didier Burkhalter, também presidente da Confederação Suíça. Segundo Putin, esses destacamentos foram transferidos para locais onde acontecem seus treinamentos regulares.

Contudo, a afirmação não convenceu os Estados Unidos. Em entrevista ao canal local ABC, um porta-voz do Pentágono disse que até o momento não foi notada nenhuma mudança na região. 

O mandatário russo também contou que pediu para os manifestantes pró-Moscou que atuam no leste da Ucrânia adiarem o referendo sobre a federalização do país marcado para 11 de maio. "Pedimos isso para criar as condições necessárias ao diálogo. Para nós, o contato direto entre as autoridades de Kiev e os representantes do leste ucraniano é um elemento chave para solucionar a crise", acrescentou.

Um dos líderes dos rebeldes, Denis Pushilin, citado pela agência Itar-Tass, mostrou disposição em atender à solicitação de Putin, mas contou que a decisão será tomada apenas amanhã (8), quando a proposta deverá ser votada pelo "conselho popular" da autoproclamada República de Donetsk.

Por outro lado, a Rússia ainda pediu para a Ucrânia interromper as operações militares do seu Exército no leste e a libertação de todos os "presos políticos" no país.

Tags: crise, EUA, russos, tropas, ucranianos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.