Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Internacional

Equipamento cai e ameaça operação no Costa Concordia

Agência ANSA

Um dos equipamentos utilizados para fazer o navio Costa Concordia flutuar cedeu nesta terça-feira (6) e comprometeu a operação de remoção do cruzeiro, naufragado na ilha de Giglio, na Itália.

Segundo fontes locais, o incidente não deixou nenhum operário ferido, já que a maioria estava distante do equipamento, formado por caixas flutuantes. O consórcio Titan-Micoperi avaliará os danos causados pelo desabamento. A operação para a instalação das caixas havia sido suspensa na semana passada.

Estrutura desabou nesta terça-feira no Costa Concordia 
Estrutura desabou nesta terça-feira no Costa Concordia 

A decisão fora tomada pelo Observatório de Monitoramento, que até então não tinha sido comunicado sobre o local onde o navio seria desmontado, e nem em qual estaleiro isso ocorreria.

A instalação de caixas de flutuação se refere à quarta etapa da operação para a remoção do navio do mar. A próxima já é a de reboque.

Ao todo, serão instaladas 19 caixas flutuantes, sendo 15 do lado direito do navio e quatro, do esquerdo. Até o momento, foram instaladas apenas três caixas. O Costa Concordia naufragou no dia 13 de janeiro de 2012 na ilha de Giglio, na Itália, e provocou a morte de 32 pessoas. 

Tags: itália, Navio, Operação, queda, reboque

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.