Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Internacional

Rússia pede 'reação' contra crise na Ucrânia

Agência ANSA

A Rússia pediu nesta segunda-feira (5) uma reação internacional contra a crise na Ucrânia, a qual, segundo Moscou, ameaça "a estabilidade e a paz da Europa".    

Em um relatório publicado pelo Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Moscou solicitou que a comunidade internacional organize uma reação, "mas sem tomar partido" de alguma posição, para evitar "consequências destrutivas para a paz, estabilidade e desenvolvimento democrático da Europa".    

O documento da Chancelaria, intitulado de "Livro Branco", também lista uma série de supostas violações de princípios e normas que tutelam os direitos humanos na Ucrânia, referentes a episódios ocorridos entre novembro do ano passado e o último mês de março.    As informações foram recolhidas da imprensa russa e ocidental, ONGs e testemunhas.

Tensão

Desde a semana quando, quando o governo da Ucrânia iniciou uma ofensiva em regiões que apóiam a Rússia, o clima de tensão aumentou no país, rumando para uma guerra civil. Um dos principais palcos de violência é a cidade de Sloviansk, onde foi registrada a morte de ao menos uma pessoa e diversos feridos nos confrontos.

Durante o fim de semana, a cidade de Odessa também registrou casos de violência entre torcedores e jogadores de futebol que apoiam a Rússia ou a Ucrânia. Os conflitos ganharam proporções, culminaram com incêndio de edifícios e deixaram mais de 40 mortos.

UE

 A Comissão Europeia anunciou hoje que terá um encontro com o governo ucraniano no próximo dia 13, em Bruxelas.

Tags: crise, EUA, guerra, russos, ucranianos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.