Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Internacional

Colega diz que acrobatas brasileiras que despencaram em circo estão bem

Portal Terra

Um acidente no circo Ringling Bros. and Barnum & Bailey deixou três artistas brasileiras feridas neste domingo durante apresentação em Providence, Estados Unidos. O número de que Dayana Florentino, Stefany Neves e Widny Neves participavam é chamado de "Hair-Hang", no qual as acrobatas ficam penduradas a mais de 10 metros apenas pelos cabelos. 

Segundo o artista brasileiro e integrante do circo, Paulo Cesar Santos, que trabalha no Ringling Bros. há cinco anos, as três "estão bem e fora de perigo". O artista contou ao Terra que estava indo ao hospital visitar as amigas e que estava presente no momento do acidente. "Foi muito triste. Complicado... Mas, graças a Deus, os médicos as atenderam rapidamente. As ambulâncias chegaram em 15 minutos, aproximadamente, e elas estão recebendo o melhor tratamento possível", disse Santos. 

Paulo Cesar (centro) trabalha com brasileiras em circo onde aconteceu acidente neste domingo
Paulo Cesar (centro) trabalha com brasileiras em circo onde aconteceu acidente neste domingo

Ele é amigo das três integrantes e disse estar na torcida para a recuperação delas. "Dayana é, inclusive, madrinha de minha filha. Estou muito feliz por ela e as outras duas amigas estarem bem", afirmou. 

Ainda segundo Paulo, outros artistas da companhia estavam se encaminhando ao hospital e que todas as bailarinas envolvidas já não correm risco de morte.

"Acho que as famílias delas estão vindo para ficar junto durante suas recuperações. Quem estava em estado mais grave é a Stefani, mas ela já melhorou. A companhia está fazendo todos os procedimentos que deveria, auxiliando-as neste momento para que tenham uma boa e rápida recuperação", disse. 

As artistas

Uma das brasileiras feridas, Stefany, 19 anos, é bailarina, formada pelo Grupo Cultural de Dança – Ilha, e trabalha no circo pela empresa Feld Entertainment. Segundo sua página no Facebook, a artista é do Rio de Janeiro e mora em Nova York.

No perfil do Facebook de Dayana Florentino, 22 anos, vários amigos deixaram comentários dizendo que estão torcendo por sua melhora. De acordo com as informações colocadas na rede social, Florentino é do Rio de Janeiro e estudou na Universidade Castelo Branco. Já Widny Neves, outra brasileira envolvida no acidente, é formada pela Univille, em Joinville, Santa Catarina, segundo seu perfil.

Tags: acidente, artistas, brasileiras, EUA, queda

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.