Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

Internacional

Tribunal sírio aceita pedido de três candidatos para disputar eleições

Agência Brasil

O presidente da Síria, Bashar Al Assad, irá disputar com dois candidatos as eleições marcadas para o dia 3 de junho, anunciou hoje (4) o porta-voz do Tribunal Constitucional, Mayed Jadara. O tribunal aceitou as candidaturas de Assad, do deputado Maher Abdel Hafez Hayar, membro da oposição, e do ex-ministro Hassan Abdullah Al Nuri, segundo informações divulgadas pela agência de notícias oficial síria.

No total, 24 pessoas apresentaram candidaturas à Presidência do país, mas só são consideradas válidas as que receberam apoio de 35 dos 250 deputados do Parlamento.

Os candidatos que tiveram a candidatura recusada podem recorrer a partir de amanhã (5). O tribunal anunciará posteriormente a lista definitiva de candidatos.

Será a primeira vez em décadas que as eleições presidenciais sírias terão a participação de mais de um candidato. Assad, que ocupa o cargo de presidente desde julho de 2000, apresentou-se no final de abril para disputar o terceiro mandato.

Um dos seus concorrentes da disputa, Al Nuri foi ministro para o Desenvolvimento da Administração Pública e dos Assuntos Parlamentares entre 2000 e 2002, além de deputado entre 1998 e 2003.

Já Hayar fundou em 2003, com outros dirigentes de esquerda, o Comitê Nacional Comunista da Síria e foi um dos seus líderes até que a formação mudou de nome para Partido da Vontade Popular. O partido é um dos que integram a Frente Popular para a Mudança e a Libertação, um dos principais grupos da oposição.

A Síria vive há três anos em guerra civil, que já causou mais de 150 mil mortes e deixou milhões de desalojados.

Tags: Civil, eleição, guerra, mortes, sírios

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.