Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Setembro de 2014

Internacional

Comissão do Vaticano diz que bem-estar da criança é prioritário

Agência ANSA

A comissão de especialistas antipedofilia criada pelo papa Francisco declarou hoje (3) que o bem-estar da criança é “prioritário” nas decisões da Igreja. Em comunicado, os oito integrantes da comissão destacaram a importância da educação universal do clero para maior conscientização do problema

"Adotamos o princípio de que o bem-estar da criança ou de um adulto vulnerável é prioritário" quando uma decisão tiver de ser tomada, declarou a comissão, que tem entre seus membros o cardeal de Boston, Sean O'Malley, e Marie Collins, uma irlandesa vítima de pedofilia praticada por um padre quando era jovem e que se tornou um ícone na luta contra esse abuso.

Esta foi a primeira reunião da comissão do Vaticano, criada em março, e nela foram observadas com preocupação a "ignorância e a negação" que ainda existe em algumas partes do mundo sobre o tema.

Em entrevista após a reunião de três dias, o cardeal americano ressaltou a vontade da comissão de desenvolver "procedimentos claros" para garantir que os responsáveis, em todos os níveis, "respondam pelos seus atos".

Marie Collins  disse que tem uma percepção muito positiva do trabalho, inclusive sobre a responsabilização dos autores dos crimes. "Temos uma ideia muito clara de onde queremos ir".

A comissão será ampliada para incluir pessoas de outras regiões e de outros setores, com os estatutos que serão propostos ao papa. O'Malley lembrou que a comissão não cobrará o "acompanhamento de casos individuais", mas deve permanecer "independente e autônoma" e apresentar propostas concretas para promover a consciência de “todas as trágicas consequências do abuso sexual"

Tags: abusos, investigação, menores, padres, sexuais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.