Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

Internacional

Berlusconi diz que filha seria solução para Itália

Agência ANSA

Cassado pelo Senado italiano e impedido de ocupar cargos públicos, o ex-premier Silvio Berlusconi declarou nesta sexta-feira (2) que sua filha Marina seria uma boa solução para o país, mas acrescentou que sempre a desaconselhou a seguir o caminho da política.    

"Ela é muito capaz, tem uma grande experiência empresarial e, com tudo somado, acredito que seria uma boa solução que ela pudesse, a um certo ponto, interessar-se pelo nosso país. Mas eu sempre a desaconselhei a fazê-lo", disse o ex-primeiro-ministro, em entrevista a um programa local. 

Berlusconi ainda afirmou que não acredita que Marina irá percorrer os seus passos na política, mas ressaltou que a decisão será tomada apenas por ela. "Não é uma coisa madura, mas lembro que os líderes são escolhidos pelos eleitores, não pelos pais. Depende de muitas coisas. Para a minha filha, como pai, gostaria que ela não entrasse nesse mundo terrível que se chama política", salientou. Filha mais velha do ex-premier, Marina tem 47 anos e é fruto do seu primeiro casamento, com Carla Elvira Lucia Dall'Oglio.    

Atualmente, ela é vice-presidente da Fininvest, holding principal da família, e presidente da Arnoldo Mondadori Editore, a maior editora da Itália. Há algum tempo, circulam boatos de que ela poderia substituir o pai na liderança da centro-direita no país, tendo em vista as eleições para o Parlamento europeu deste ano, mas a primogênita sempre negou essa possibilidade.

Tags: Berlusconi, campanha, ex-premier, política, sucessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.