Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Internacional

El Clarín: o Mercosul foi um êxito, mas não é mais

Jornal do Brasil

O jornal argentino El Clarín publicou nesta terça-feira um artigo afirmando que o Mercosul não é um sucesso. O escritor lembra que o grupo tem dez anos e, em todo este tempo, ditou 6 laudos e três opiniões consultivas. O conflito mais importante que surgiu no bloco foi tramitado por uma corte com sede em Haia. Assim, ele conclui que existe um tribunal que não julga.

O artigo aponta que o parlamento do Mercosul tem oito anos, durante os quais não aprovou nenhuma lei. Segundo o texto, isso era esperado, porque o grupo não tem atribuições para legislar. Ele também afirma que é um parlamento que não representa e no qual o presidente não presidia, por isso o eliminaram. A incorporação da Venezuela no bloco, por sua vez, não teria melhorado o funcionamento nem a reputação do Mercosul. 

O escritor também critica o grupo dizendo que só foram firmados acordos de comércio com três pequenos países fora da ALADI (Associação Latino-Americana de Integração). Um acordo inter-regional com a União Europeia tem perspectivas tênues e, por isso, os europeus estão mais concentrados nas negociações transatlânticas com os Estados Unidos. 

Quando se fala de integração na América Latina, se sobressaem a UNASUR e a CELAC, defende o texto. Por outro lado, a coluna rejeita a ideia de que o Mercosul foi um fracasso. A sua criação foi essencial para consolidar a democracia e garantir a modernização econômica de seus membros, e fortaleceu uma zona de paz entre os países vizinhos. Definitivamente, garante o autor, o bloco foi um êxito. Entretanto, ele destaca a palavra "foi". 

Tags: el clarín, importância, mercosul, países, Relações

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.