Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Internacional

Buscas por avião malaio entram em nova fase, expandindo ações submarinas 

Agência ANSA

As buscas pelo avião da Malaysia Airlines, desaparecido com 239 pessoas no último dia 8 de março, entrou em uma nova fase, renunciado as buscas aéreas e expandindo as submarinas no Oceano Índico. "O avião está desaparecido há 52 dias e é altamente improvável que seja possível encontrar destroços na superfície do oceano", declarou hoje, 28, o primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott. "Neste ponto, a maior parte do material estará saturado de água e terá afundado", completou, afirmando que "a Austrália fará o possível para resolver o mistério envolvendo o voo MH270".

    A nova fase de buscas também contará com pessoas do setor privado e custará 40 milhões de euros (cerca de R$124 milhões). Também continuará nas operações de busca o robô-submarino Bluefin-21, além de navios australianos, malaios e chineses.

    "Vai levar tempo", afirmou o coordenador das operações, Angus Houston, que lembrou que os destroços do voo AF447 da Air France, caído no Oceano Atlântico em 2009, "foi encontrado após dois anos" do acidente. (ANSA)

Tags: avião, desaparecimento, malasia, queda, voo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.