Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Internacional

Duzentas pessoas são mortas no Sudão do Sul

Pelo menos 400 ficaram feridas durante massacre

Agência ANSA

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que tropas do ex-presidente do Sudão do Sul, Riek Mashar, um dos líderes dos rebeldes, massacraram centenas de civis na cidade de Bentiu, uma importante localidade petrolífera.

As mortes teriam sido motivadas por questões étnicas. De acordo com a ONU, cerca de 200 civis foram mortos na mesquita principal da cidade e pelo menos 400 pessoas ficaram feridas durante o ataque.

Também foram registrados ataques a uma igreja, a um hospital e um complexo abandonado do World Food Program. Além disso, um grupo de homens armados invadiu uma base da ONU em Bor, matando pelo menos 58 civis. O Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou os ataques, sublinhando que podem constituir como crimes de guerra.

Tags: mortes, questões étnicas, rebeldes, sudão do sul, TERRORISMO

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.