Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Internacional

Capitão admite demora em evacuação de balsa

Naufrágio na Coreia do Sul contabiliza 29 mortos até este sábado (19)

Agência ANSA

O capitão da balsa sul-coreana Sewol, naufragada nesta terça-feira (15) (dia 16, no fuso horário local), admitiu ter demorado para evacuar a embarcação. Ele, no entanto, justificou a ação alegando motivos de segurança.    

De acordo com Lee Jun-seok, de 52 anos, o mar estava agitado na ocasião e não havia embarcações de socorro disponíveis para os tripulantes. "As correntes são muito fortes na região e a água estava fria. Disse aos passageiros que mantivessem a calma", apontou.    

O oficial foi detido nesta sexta-feira e deve responder por negligência e violações das leis marítimas, entre outros crimes.    

Testemunhas apontaram que ele demorou cerca de 40 minutos para iniciar a operação de evacuação. Especialistas disseram que se a ordem fosse dada antes, muitas vidas teriam sido salvas. Até o momento, o balanço do naufrágio contabiliza 29 mortos, enquanto 174 foram resgatados e 273 estão desaparecidos. A maior parte das quase 500 pessoas que se encontravam na embarcação eram estudantes da instituição Danwon High School, que participavam de uma excursão. O vice-diretor do colégio e responsável pelos alunos no passeio foi encontrado morto, no que parece ter sido um suicídio.    

A pessoa que estava no timão da balsa Sewol no momento do acidente era uma mulher de 26 anos, admitida pela companhia dona da embarcação há seis meses e com experiência total de um ano na profissão.

Tags: capitão, comandante, coreia do sul, mortes, naufrágio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.