Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Internacional

Ucrânia: presidente admite fazer referendo sobre estatuto

Agência Brasil

O presidente interino da Ucrânia, Olexandre Turchinov, admitiu hoje (14) a possibilidade de fazer um referendo sobre o estatuto do país, juntamente com as eleições presidenciais previstas para 25 de maio.

“Nos últimos tempos, tem-se falado muito de um referendo nacional. Nós não somos contra a organização de um referendo em toda a Ucrânia que, se o Parlamento quiser, pode ser feito ao mesmo tempo que as eleições presidenciais”, declarou Turchinov no Parlamento, durante reunião dos líderes partidários. “Tenho a certeza de que a maioria da população se pronunciaria a favor de uma Ucrânia indivisível, independente, democrática e unida”, acrescentou.

Os separatistas no Leste do país, entre os quais alguns grupos armados que tomaram edifícios oficiais, exigem, por sua vez, a realização de referendos locais sobre a anexação à Rússia ou uma federalização do país.

A Rússia defende também uma federalização, que Moscou vê como a única forma de garantir os “interesses legítimos” das regiões do Leste e do Sul da Ucrânia que falam o idioma russo.

Turchinov não adiantou que projeto poderia ser submetido a referendo.

As autoridades pró-europeias de Kiev, que chegaram ao poder após a queda do regime pró-russo de Victor Ianukóvitch no fim de fevereiro e que Moscou não reconhece, têm rejeitado até hoje qualquer ideia de federalização. Para as autoridades, a federalização é uma porta aberta à fragmentação futura do país, mas Kiev já prometeu propor reformas constitucionais no sentido de uma descentralização para benefício das regiões.

Tags: CONFLITO, Europa, política, russia, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.