Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Internacional

Incêndio no Chile causa 11 mortes e provoca a retirada de 10 mil pessoas

Agência Brasil

Um incêndio de grandes proporções que avança pelas colinas da cidade chilena de Valparaíso desde ontem (12) causou a morte de 11 pessoas, destruiu 500 casas e provocou a retirada de 10 mil habitantes. O governo decretou zona de catástrofe na região. A presidenta Michelle Bachelet está na cidade para acompanhar os trabalhos das autoridades.

O subsecretário da Saúde, Jaime Burrows, declarou à Rádio Biobío que 500 pessoas estão feridas, três delas em estado grave devido a queimaduras nas vias respiratórias.

O ministro de Interior e Segurança Pública, Rodrigo Peñailillo, enviado à cidade pela presidenta Michelle Bachelet para coordenar o Comitê de Operações de Emergência, disse que 1,2 mil pessoas trabalham para combater o fogo e garantir a ordem pública, incluindo policiais e homens das Forças Armadas. O diretor da Corporação Nacional Florestal, Pablo Mira, informou que, nesta manhã, 11 aeronaves começaram a participar dos trabalhos de controle do incêndio.

Cerca de 700 desabrigados passaram a noite em abrigos providenciados para acolher as famílias que perderam as casas. A Procuradoria de Justiça abriu um inquérito para determinar as causas do incêndio, que já provocou o corte do fornecimento de água potável e eletricidade em muitos dos bairros da cidade.

Tags: AMÉRICA LATINA, chile, Incêndio, michelle bachelet, mortes, valparaiso

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.