Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Internacional

Corte Europeia rejeita recurso para candidatura de Berlusconi

Agência ANSA

A Corte Europeia de Direitos Humanos rejeitou nesta terça-feira (8) um recurso que poderia permitir que o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi se candidatasse às eleições do Parlamento Europeu, em maio. O pedido tinha sido apresentado pela advogada Ana Palacio, que trabalha para Berlusconi, segundo fontes locais. O objetivo era derrubar as implicações da chamada "Lei Severino", pela qual Berlusconi perdeu seu mandato de senador no ano passado devido às suas condenações judiciais na Itália. 

Em novembro, ele foi cassado como consequência de sua condenação a quatro anos de prisão por fraude fiscal no processo "Mediaset". "Não se trata de um novo recurso", disse a parlamentar Deborah Bergamini, do partido Forza Italia, cujo líder é o ex-premier, referindo-se ao pedido apresentado pela advogada.    

Nesta terça-feira, o jornal católico "Avvenire" também publicou que Berlusconi terá que cumprir nove meses de trabalho voluntário em um asilo em Arcore, como pena alternativa de sua condenação.    

"O trabalho não seria pesado, já que ele precisaria comparecer ao local somente um dia por semana, pela manhã ou pela tarde", escreveu o jornal. No início do ano, mesmo estando cassado na Itália, Berlusconi anunciou sua intenção de encabeçar a lista de candidatos do Força Italia para o Parlamento Europeu. A imprensa também chegou a especular que um de seus filhos poderia concorrer ao pleito.

Tags: condenação, europeu, ex-premier, itália, Parlamento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.