Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Internacional

Manifestantes proclamam 'República de Donetsk'

Região passará por referendo para avaliar anexação à Rússia

Agência ANSA

Manifestantes pró-russos que ocupam prédios públicos de Donetsk, no leste da Ucrânia, proclamaram nesta segunda-feira (7) a criação da República Soberana de Donetsk, informou a agência de notícias locaI Itar-Tass.    

Os manifestantes também anunciaram para o dia 11 de maio um referendo que votará a anexação da região à Rússia, como foi feito recentemente com a Crimeia. Eles ainda pediram ajuda do presidente russo, Vladimir Putin, para o envio de tropas para manter a paz no território.    

Desde ontem, os manifestantes estão ocupando importantes prédios públicos ucranianos. A ex-premier da Ucrânia e atual candidata à Presidência Yulia Tymoshenko informou que está de partida para Donetsk para acompanhar a situação. Segundo ela, as agitações estão sendo provocadas pelo serviço secreto russo. 

A chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Catherine Ashton, por sua vez, afirmou que o bloco europeu está "monitorando a situação com preocupação". "Toda motivação política deve ser lidada com sistemas democráticos e sem o uso da força", afirmou, ressaltando ainda que a UE garante seu "forte apoio à integridade territorial e à soberania da Ucrânia".    

O leste da Ucrânia, que faz fronteira com a Rússia, tem sido constantemente palco de confrontos e manifestações, que pedem a separação de territórios da Ucrânia. As tensões começaram desde que o ex-presidente Viktor Yanukovich, favorável à Rússia, foi deposto por manifestantes pró-europeus.    

O referendo realizado recentemente na Crimeia, que aprovou a junção do território à Rússia, tem sido criticado por países ocidentais, como os Estados Unidos, que não reconhecem a mudança territorial. 

Tags: capital, crise, mortes, política, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.