Jornal do Brasil

Sábado, 26 de Julho de 2014

Internacional

Talibã afirma ter realizado 1088 ataques ontem

Agência ANSA

O Talibã afirmou ter organizado um total de 1088 ataques ontem, 5, no Afeganistão durante as eleições no país, tenho como resultado "dezenas de mortos e feridos e distúrbio ou interrupção das operações de voto em muitas zonas do país". A versão do Ministério do Interior do Afeganistão é diferente da do Talibã. 

O Ministério declarou que foram registrados 140 ataques de militantes armados nas 24 horas precedentes às votações, com um balanço de 109 mortes: 89 rebeldes, nove agentes de segurança, sete soldados e quatro civis. 

Segundo dados oficiais nenhum dos candidatos à presidência irá atingir 50% dos votos, o que reforçou a hipótese de que haverá segundo turno no país. De acordo com as projeções, o ex-ministro das Finanças Asra Ghani Ahmadzai deverá obter 42% dos votos. Logo atrás viria o ex-ministro das Relações Exteriores Abdullah Abdullah com 40% dos votos. 

O também ex-ministro das Relações Exteriores Zalmai Rassoul deverá obter 7% dos votos. Até o momento foram registradas 1.269 denúncias de fraude das eleições ocorridas ontem no Afeganistão. De acordo com o porta-voz da Comissão Independente para Reclamações Eleitorais (Iecc), Nader Mohseni, a maior parte das denúncias foi feita por telefone. Mas para solicitar um inquérito, é necessário apresentar provas em vídeo ou fotografias. O tempo limite para apresentar recursos à Iecc é a próxima segunda-feira à noite.

Tags: Afeganistão, civis, Eleições, feridos, mortos, soldados

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.