Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Internacional

Número de refugiados sírios no Líbano ultrapassa 1 milhão

Agência Brasil

O número de sírios registrados como refugiados no Líbano passou de 1 milhão, transformando-o no país com a maior concentração de refugiados per capita do mundo, anunciou hoje (3) o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

Os refugiados da Síria, metade dos quais crianças, equivalem atualmente a um quarto da população residente no Líbano, segundo a Acnur, que alerta que a maioria vive na pobreza e depende de ajuda para sobreviver.

Em comunicado, a agência das Nações Unidas sustenta que o número constitui "um marco devastador" e que o Líbano está prestes a atingir o ponto de ruptura. "A afluência de milhões de refugiados seria massivo em qualquer país. Para o Líbano, uma pequena nação com dificuldades internas, o impacto é impressionante", destaca o alto-comissário português, António Guterres, citado no comunicado.

Mais de 150 mil pessoas morreram na Síria desde o início do conflito, há três anos, de acordo com dados do Observatório Sírio dos Direitos Humanos. Metade da população abandonou as suas casas.

Do universo dos que fugiram do país, cerca de 600 mil registraram-se como refugiados na Jordânia e aproximadamente 670 mil na Turquia.

Segundo António Guterres, o Líbano tem vivido graves impactos econômicos devido ao conflito na Síria, além da deterioração da segurança, como resultado da crescente instabilidade regional. O número de refugiados impôs ainda graves constrangimentos nas áreas da saúde e educação e nos serviços de eletricidade e água. O Líbano abriga a maior concentração de refugiados da história recente", disse Guterres.

Tags: acnur, líbano, refúgio, registro, síria

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.