Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Internacional

Coreia do Norte prepara execução de 200 pessoas

Agência ANSA

A Coreia do Norte estaria se preparando para executar 200 altos funcionários do governo fiéis a Jang Song-thaek, tio e tutor do ditador Kim Jong-un, que foi morto no final do ano passado, após ser acusado de traição ao regime. Além disso, cerca de mil membros de suas famílias poderão ser levados a campos de trabalho forçado e reeducação, segundo o jornal sul-coreano Chosun Ilbo.    

O Departamento de Segurança de Pyongyang conduziu uma análise aprofundada para identificar e expulsar aliados de Jang depois de sua execução, identificando 200 pessoas "muito fiéis". O órgão foi autorizado pela Suprema Corte do país a realizar processos a portas fechadas e a impor penas de morte, em um esforço para dar à iniciativa uma roupagem formal.    

A lista de alvos do regime inclui funcionários do Partido dos Trabalhadores local e membros do governo e das Forças Armadas que teriam recebido ordens diretas do tio de Kim Jong-un. As execuções serão realizadas sob os olhos de expoentes da legenda e de altos oficiais militares, como uma clara advertência àqueles que não demonstrarem obediência ao líder norte-coreano.

Tags: coreanos, ditador, execuções, sucessor, tio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.