Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Internacional

Manifestantes pedem liberdade para líder opositor preso na Venezuela

Agência Brasil

Um mês depois da prisão preventiva do líder opositor, Leopoldo López, do partido Vontade Popular, manifestantes participaram de uma concentração hoje (18), em Chacao, capital do Estado de Miranda.

Durante três horas, simpatizantes da oposição pediram a liberação de López, detido no dia 18 de fevereiro, após ter sido apontado como mentor intelectual dos atos violentos nos protestos iniciados no país, por estudantes. Não foram registrados incidentes violentos na manifestação de hoje.

Um comunicado enviado por López foi lido aos manifestantes. Ele expressou pesar pelos estudantes detidos durante as manifestações e pelas 29 mortes confirmadas. López convidou também a população para novo ato de protesto, no próximo sábado (22).

O governo de Nicolás Maduro considera que López apoiou e participou do financiamento dos ataques e bloqueios iniciados em 12 de fevereiro. O opositor, entretanto, se defendeu e alegou inocência. Ele cumpre prisão preventiva de 45 dias.

Os advogados de López alegam que houve "arbitrariedade" e que não havia provas contundentes contra o cliente.

Tags: Atos, Caracas, mortes, protestos, ruas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.