Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Internacional

Situação humanitária na Síria está deteriorada, diz Cruz Vermelha

Agência ANSA

A situação humanitária na Síria "está deteriorada" e o país assiste a uma "escalada de brutalidade nos conflitos", segundo o presidente da Cruz Vermelha Italiana, Francesco Rocca. Ele destacou um "claro exemplo" de que ninguém está respeitando as convenções do Conselho de Segurança da Organizações das Nações Unidas (ONU) para o país: no assentamento de refugiados palestinos de Yarmuk, no sul de Damasco, está sofrendo constante assédio dos militares. "Há dois dias, um farmacêutico que trabalhava para a Meia Lua Vermelha Palestina foi assassinado em pleno assentamento", declarou Rocco. 

A Meia Lua Vermelha é uma entidade de ajuda humanitária que trabalha da mesma maneira que a Cruz Vermelha nos países do Oriente Médio. Ele ainda denunciou que diversos acampamentos em Damasco estão sofrendo do mesmo problema e que a ajuda não está chegando a quem precisa. Rocco afirmou que a "situação é catastrófica, já que o país tem cerca de 6,5 milhões de pessoas vivendo como refugiados em todo o país". 

Os conflitos na Síria duram mais de três anos e ainda não há previsão de quando terão fim. 

Tags: Armas, Civil, guerra, mortes, sírios

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.