Jornal do Brasil

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

Internacional

Sem-teto batizam terreno ocupado de 'Papa Francisco'

Agência ANSA

Um grupo de sem-teto que ocupa há duas semanas um terreno público no bairro de Villa Lugano, na zona sudoeste de Buenos Aires, decidiu batizar o assentamento com o nome de "Papa Francisco", já que, segundo seus moradores, o Pontífice sempre esteve próximo aos pobres.    

A tomada do lote vem causando muita polêmica na capital argentina. Recentemente, um magistrado ordenou a expulsão dos sem-teto, mas a polícia não conseguiu intervir para cumprir a ordem judicial. Além disso, um homem morreu durante confrontos entre manifestantes e os vizinhos do terreno estão divididos entre os que apoiam os novos residentes e os que os definem como um perigo em potencial.    

Para transmitir uma mensagem de tranquilidade, o grupo pediu para o padre Franco Punturo, sacerdote com forte atuação dentro das favelas da metrópole, para celebrar uma missa no local e batizá-lo com o nome de Francisco. "Acompanhamos essas famílias com as cruzes que elas carregam todos os dias, pelo fato de viverem em uma situação de tanta precariedade, de tanta marginalidade", declarou o religioso. 

Tags: Argentina, batismo, ocupação, papa, terreno

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.