Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Internacional

Homem é solto após 25 anos no corredor da morte nos EUA

Agência ANSA

Um homem acusado de homicídio e condenado à morte foi libertado nos Estados Unidos após ser considerado inocente, 25 anos depois de ter sido preso.     

Gleen Ford, 64 anos, acusado em 1983 de ter matado um joalheiro, sempre se declarou inocente. Agora, um juiz de Lousiana reverteu sua sentença após novas evidências terem sido apresentadas.     

O advogado de Ford declarou que os juízes reconheceram que o processo foi "comprometido por advogados inexperientes e ao fato de algumas provas terem sido declaradas inadmissíveis, inclusive informações fornecidas por um informante".

Tags: advogados, condenado, EUA, liberdade, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.