Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Internacional

Rússia diz que independência da Crimeia é legítima

Agência ANSA

O ministério de Relações Exteriores da Rússia afirmou em nota que a declaração de independência da Crimeia é "absolutamente legítima". Para isso, eles utilizaram como base a resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a independência de Kosovo. 

"Há uma base jurídica internacional para as motivações dessa atitude no estatuto da ONU, em documentos internacionais e a conclusão da ONU, em 22 de julho de 2010, sobre Kosovo. Na conclusão, votada na assembleia geral da entidade, da ação movida pela Sérvia, a Corte confirmou que a proclamação unilateral da independência de uma parte do Estado não viola nenhuma norma do direito internacional".    

Mais cedo em entrevista à BBC, o primeiro-ministro da Polônia, Donald Tusk, afirmou que a "União Europeia está pronta para impor as sanções contra a Rússia a partir da segunda-feira (17)". 

Ajuda à Ucrânia 

O presidente da Comissão do Conselho de Comissários da União Europeia. José Manuel Barroso, afirmou que na próxima semana, a entidade liberará "um bilhão de euros para a sustentação macrofinanceira" do país. Além disso, ele também comunicou que abrirá unilateralmente as portas da exportação ucraniana. A abertura vale cerca de 500 milhões de euros e é só "o primeiro passo" do pacote de ajuda da União Europeia. 

Tags: capital, crise, mortes, política, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.