Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Internacional

Interpol diz não ter indícios de terrorismo em caso de avião desaparecido

Agência Brasil

A Interpol informou hoje (11) que o desaparecimento do avião da Malaysia Airlines no fim de semana não está ligado a atos terroristas. A hipótese surgiu depois da revelação de que dois passageiros usaram passaportes europeus falsos.

“Quanto mais informação temos, mais somos levados a concluir que não foi um incidente terrorista”, disse o secretário-geral da Interpol, Ronald K. Noble.

Segundo Noble, os dois passageiros com passaportes roubados (um austríaco e outro italiano) são iranianos que viajaram de Doha para Kuala Lumpur com seus passaportes iranianos e só apresentaram os europeus quando embarcaram na Malásia.

De acordo com os nomes nos passaportes iranianos, os passageiros são Pouri Nour Mohammad, 19 anos, e Delavar Seyed Mohammad Reza, 30 anos.

As autoridades duplicaram o raio de busca em torno do ponto onde o avião desapareceu do radar, sobre o Mar do Sul da China no último sábado (8).

O Boeing 777-200 da Malaysia Airlines, cujo voo MH370 fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim, desapareceu sem que tenha sido enviado qualquer pedido de ajuda, de acordo com as autoridades.

Tags: airlines, avião, malasya, queda, voo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.