Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Internacional

Câmara de Florença descriminaliza uso da maconha

Agência ANSA

"Superar os limites da proibição que caracteriza a legislação italiana". Foi com esse objetivo que a resolução apresentada pelos conselheiros do Partido Democrático (PD) foi lançada nesta segunda-feira (10) pela Câmara Municipal de Florença. A medida visa a descriminalização do consumo, do cultivo para uso pessoal e pela cessão do direito a pequenas quantidades de maconha e seus derivados. 

Andrea Pugliese (PD), ao apresentar a resolução para a assembleia, lembrou algumas novidades da lei nos últimos tempos. "A primeira é a sentença da Corte constitucional que declarou inconstitucional a lei "Fini-Giovanardi", que equiparava drogas pesadas a drogas leves", declarou Pugliese.    

Após essa fala, Pugliese falou sobre a intervenção de Umberto Veronesi [oncologista e político] que "explica como a liberação e a educação são instrumentos de ensino - não a proibição". Ele continuou lendo as observações de Veronesi. "É absurdo renunciar a um potente analgésico por ter "culpa" de usar uma substância surpreendente".    

Pugliese ainda lembrou à Câmara "outra a decisão de sexta-feira (07) do Conselho dos Ministros de não impugnar a lei da região de Abruzzo sobre o uso terapêutico da maconha". Segundo ele, "essa decisão foi muito sábia e importante sob o ponto de vista terapêutico, jurídico e político", finalizou Pugliese.

Tags: droga, erva, italianos, terapia, uso

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.