Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Julho de 2014

Internacional

Pelo menos duas pessoas morrem em protestos pró-Morsi

Agência ANSA

Pelo menos duas pessoas morreram nesta sexta-feira (7) durante os protestos em favor do presidente deposto do Egito, Mohamed Morsi, em várias cidades do país.

O primeiro manifestante perdeu a vida ao ser baleado na região do Delta do Nilo, ao norte do Cairo. Já a outra vítima foi atingida por um tiro no pescoço na capital egípcia. Segundo as forças de segurança, outras 50 pessoas ficaram feridas, incluindo 10 agentes, e 70 simpatizantes do ex-mandatário foram detidos.

Formados por apoiadores da Irmandade Muçulmana, os atos foram marcados por frases contra o Exército, que derrubou Morsi em julho do ano passado. "Abaixo os militares" e "Nós somos os revolucionários livres" estavam entre os gritos dos participantes dos protestos.

 Enquanto isso, a Arábia Saudita colocou a organização islâmica, considerada ilegal pela Justiça do Egito no final de 2013, em uma "lista negra" de grupos terroristas. A relação elaborada pela monarquia do Golfo Pérsico inclui também o movimento xiita libanês Hezbollah, além do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (Isil) e da Frente al-Nusra, que combatem as forças do presidente da Síria, Bashar al Assad. 

Tags: Atos, cairo, presidente, protestos, ruas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.