Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Julho de 2014

Internacional

Parlamento da Crimeia marca referendo

Agência Brasil

O Parlamento da Crimeia convocou hoje (6) um referendo para o próximo dia 16, quando os cidadãos poderão escolher se desejam continuar na Ucrânia ou se unir à Rússia. A informação foi dada pelo vice-primeiro-ministro do governo pró-russo, Rustam Temirgaliyev.

>>O interesse da Rússia na Península da Criméia

Na semana passada, o Parlamento da Crimeia já havia aprovado a realização de uma consulta para ampliar a autonomia em relação à república ucraniana que tem a maioria de sua população de língua russa.

Fontes do governo pró-russo da Crimeia indicam que o referendo terá duas perguntas: “Você é a favor da reunificação da Crimeia com a Rússia, como parte da Federação Russa?” e “Você é a favor da aplicação da Constituição da Crimeia de 1992 e do estatuto da Crimeia como parte da Ucrânia?”

A tensão entre a Ucrânia e a Rússia agravou-se na última semana, após o afastamento do ex-presidente Viktor Ianukóvitch e da presença de militares russos na Crimeia, península do sul do país onde está localizada a frota da Rússia do Mar Negro.

A crise na Ucrânia começou em novembro, com protestos contra a decisão de Ianukóvitch de recusar a assinatura de um acordo de associação com a União Europeia e promover uma aproximação com a Rússia. Em fevereiro, após meses de manifestações e confrontos no centro de Kiev, Ianukóvitch foi afastado, com a posse de um novo governo, pró-ocidental.

Tags: CONFLITO, crise, política, protesto, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.