Jornal do Brasil

Sábado, 23 de Agosto de 2014

Internacional

Renzi promete adotar 'medidas de choque' para a Itália

Agência ANSA

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, prometeu apresentar dentro de uma semana seus projetos contra o desemprego e reformas do sistema educacional do país. Ressaltando que implantará uma medida por mês, Renzi afirmou que a "Itália não tem alternativa: ou tenta fazer mudanças fortes ou desperdiça sua chance de superar a crise".

Segundo ele, as medidas que o governo apresentará são "procedimentos importantes", cujos detalhes serão passados em uma coletiva de imprensa.

Para o setor educacional, Renzi informou que já estão dispõe de dois bilhões de euros. A declaração foi dada durante uma reunião com estudantes e sindicatos na cidade de Siracusa, região da Sicília. Na semana passada, o premier também visitou uma outra escola e se reuniu com jovens e professores.

"Estamos vivendo um momento difícil, o mais difícil dos últimos 30 anos para quem perdeu o emprego e, por isso, devemos fazer um grande esforço. Muitos dos pais de vocês estão tendo dificuldades, mas agora temos a oportunidade de investir em novos empregos. Mantenham os seus sonhos. A escola italiana voltou a ser a pátria da beleza e da cultura", disse Renzi aos estudantes.

Tags: crise, emergência, italianos, Medidas, política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.