Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Novembro de 2014

Internacional

Frota russa nega ultimato para rendição na Crimeia

Agência Brasil

A frota russa do Mar Negro, baseada na Crimeia, negou hoje (3) estar planejando um ataque às posições militares ucranianas naquela península, afirmando que o alegado ultimato para que as forças ucranianas se rendam é um "disparate".

Segundo a agência russa Interfax, um porta-voz da frota afirmou que é "um completo disparate" que as forças russas tenham dado um ultimato às forças militares da Ucrânia na Crimeia para se renderem nas próximas horas. Mais cedo, a agência Interfax-Ucrânia, informou que o ultimato expiraria às 5h de terça-feira (meia-noite no horário de Brasília). A fonte, segundo a agência, foi um responsável do Ministério da Defesa ucraniano, sob anonimato.

Nas últimas 24 horas, aterrissaram na Crimeia dez helicópteros russos de combate e oito aviões de transporte de tropas, sem que a Ucrânia tenha sido avisada, como estipula o tratado bilateral sobre o estatuto que regula a frota do Mar Negro. 

Tags: capital, crise, mortes, política, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.