Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

Internacional

Estados Unidos estudam sanções contra a Rússia

Agência ANSA

O governo dos Estados Unidos prepara sanções contra a Rússia, informou nesta segunda-feira o porta-voz do Departamento de Estado, Jen Psaki. "Não somente estamos considerando sanções, como é provável que as apliquemos e estamos preparados", disse.    

Ele ainda apontou que, se o ultimato de Moscou à Ucrânia for real, esta seria uma "perigosa escalada da situação pela qual consideraremos a Rússia diretamente responsável".    

A União Europeia (UE), por sua vez, advertiu que uma eventual incursão militar na Ucrânia terá consequências nas relações bilaterais entre Moscou e o bloco. Autoridades do bloco ainda criticaram a violação à soberania ucraniana e a ausência de passos concretos por parte da Rússia para estabilizar a situação no país vizinho .    

Além disso, a UE confirmou que os países europeus do G8 decidiram "suspender momentaneamente" sua participação na próxima reunião do grupo em Sóchi, na Rússia.  A chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Catherine Ashton, se encontrará amanhã com o chanceler russo, Sergei Lavrov, para debater a situação. Na quarta-feira, ela viaja para Kiev, capital ucraniana.    

Nos últimos dias, a Rússia começou a enviar militares para a região da Crimeia. Embora tenha maioria étnica russa, esta é uma região autônoma pertencente à Ucrânia. Acredita-se que haja entre 6 mil e 28 mil militares russos na Crimeia neste momento.

Tags: capital, crise, mortes, política, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.