Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Internacional

Primeira volta ao mundo sem escalas completa 65 anos

Em 2 de março de 1949, o avião 'Lucky Lady II' entrava para a história da aviação

Portal Terra

A Segunda Guerra Mundial tinha acabado, a Guerra Fria já havia iniciado e os Estados Unidos queriam demonstrar seu poder aéreo para o mundo. Depois que os soviéticos bloquearam o acesso terrestre a Berlim, em 1948, a necessidade de oferecer assistência humanitária aumentou ainda mais a importância das potências serem capazes de fabricar aviões que percorressem grandes distâncias.

O general das Forças, Armadas Curtis LeMay tinha assumido a liderança do Comando Aéreo Estratégico em outubro daquele ano e percebeu a importância de demonstrar as capacidades da Força Aérea americana tanto para desencorajar as ações da União Soviética, como para ganhar apoio de outros países. 

Fuselagem do Lucky Lady II em museu de Chino, na Califórnia
Fuselagem do Lucky Lady II em museu de Chino, na Califórnia

Realizar um voo ao redor do mundo seria uma ótima prova de que a Força Aérea dos Estados Unidos era capaz de projetar seu poder aéreo em qualquer canto do planeta, eliminando todas as barreiras e distâncias geográficas.

Em 2 de março de 1949, o avião da Força Aérea Americana Lucky Lady II pousava na base aérea de Carswell, no Texas, para entrar para a história da aviação.

Tags: . história, avião, EUA, Mundial, viagem

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.