Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Internacional

Opositor pede que venezuelanos não deixem as ruas

Agência ANSA

O líder opositor preso Leopoldo López pediu aos venezuelanos que "não abandonem" os protestos pacíficos nas ruas. Ele ainda recordou, por meio de sua conta no Twitter, que é o povo "quem decide e manda".    

Desta forma, o opositor convocou a participação popular em uma marcha programada para amanhã contra a "repressão e abusos" das Forças de Segurança contra estudantes.    

López, que se entregou às autoridades venezuelanas recentemente, foi detido por sua suposta ligação com o episódio de violência registrado no último dia 12 em Caracas, que causou três mortes, além de deixar mais de 60 pessoas feridas.    

Tareck El Aissami, governador do estado chavista de Aragua, denunciou que em diferentes pontos da Venezuela foram registrados saques na última segunda-feira. "Agora mesmo estamos recebendo boletins de que em vários pontos foram registrados saques", acrescentou.

Tags: Atos, Caracas, crise, política, protestos, ruas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.