Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Internacional

EUA: mãe encontra pela primeira vez homem que quase matou seu filho

Portal Terra

Loubna Khader, mãe do garoto Abdallah Khader, hoje com 7 anos, confrontou pela primeira vez o homem que quase matou seu filho há cinco anos, segundo o jornal Daily Mail. O encontro aconteceu na penitenciária de Tarrant County, em Fort Worth, no Texas, onde Stewart Richardson aguarda o julgamento  pelo acidente que destruiu 80% do cérebro do menino.

“Se passaram cinco anos! Cinco anos! Meu filho está morrendo a cada dia. Eu nunca vou te perdoar pelo o que fez ao meu filho”, gritou Khader enquanto batia na janela de vidro que a separava de Richardson.

Khader, o marido e Abdallah, então com dois anos, voltavam para a casa quando o carro da família foi atingido pelo veículo conduzido por Richardson, que apresentava níveis de álcool no sangue três vezes acima do permitido.

Depois do acidente, os médicos comunicaram que o menino tinha tido mais da metade do cérebro destruída pela batida. Hoje, Abdallah, com 7 anos, não pode ver, falar ou andar e precisa de atendimento domiciliar 24 horas por dia.

Durante o encontro, a mãe do garoto mostrou uma foto do filho debilitado e Richardson reagiu apenas baixando a cabeça. Ele pediu desculpas inúmeras vezes a Khader, mas a mulher permaneceu irredutível: “(...) Meu filho vai ficar bem só porque você disse que sente muito?”, disse ela antes de mandar que Richardson fosse levado de volta à cela.

O julgamento de Richardson está suspenso até que um tribunal de apelações considere o pedido dos advogados de priorizar as acusações de embriaguez. Antes do acidente, Richardson já havido sido detido sete vezes por dirigir embriagado. 

Tags: acidente, carro, criança, penitenciária, prisão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.