Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Internacional

Matteo Renzi e Barack Obama conversam por telefone

Agência ANSA

Logo após realizar seu primeiro discurso no Parlamento, onde apresentou suas metas e pediu o voto de confiança do Senado, o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, conversou por telefone com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Segundo uma nota divulgada pelo Palácio Chigi, sede do governo italiano, o norte-americano ligou para dar uma "calorosa congratulação" ao novo premier e desejar-lhe "sucesso" à frente do país europeu. Secretário do Partido Democrático (PD) e ex-prefeito de Florença, Renzi assumiu o poder oficialmente no último sábado (22), oito dias após a renúncia de Enrico Letta, derrubado pelo próprio PD, ao qual ele pertence.

No telefonema, Obama também lembrou os "profundos e duradouros" laços que unem a Itália e os Estados Unidos e mostrou apreço pela agenda de reformas proposta pelo premier, principalmente aquelas que têm como objetivo promover o crescimento e a criação de postos de trabalho.

Já Renzi compartilhou a necessidade de desenvolver uma estreita colaboração nos principais temas da agenda internacional, começando pela crise na Ucrânia, e reforçar o "diálogo transatlântico". O primeiro-ministro ainda sugeriu a Obama um encontro entre os dois no próximo dia 27 de março em Roma.

Há alguns dias, o presidente norte-americano já tinha telefonado a Letta para exprimir sua "amizade sincera" e elogiá-lo por seu trabalho internacional.

Tags: crise, italiana, política, primeiro-ministro, Renuncia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.