Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Internacional

Ucrânia: Parlamento destitui presidente e marca eleições para maio

Agência Brasil

O Parlamento ucraniano decidiu hoje (22) destituir o presidente do país Viktor Ianukóvitch e marcar eleições para o dia 25 de maio.  A justificativa para a destituição foi a de que  Ianukóvitch "abandonou suas funções constitucionais".

Pouco antes do anúncio de sua destituição, o presidente tinha dito, em rede nacional de televisão, que não abandonaria o cargo e que o governo estava sendo vítima de um golpe de Estado.  Antes de tomar essa decisão, o Parlamento votou pela libertação da ex-primeira ministra Iulia Timoshenko, uma das principais figuras da oposição.

O presidente Viktor Ianukóvitch e a oposição assinaram ontem (21) um acordo para pôr fim à crise que durava três meses e se agravou nos últimos dias. O acordo previa a antecipação das eleições presidenciais, a formação de um governo de coligação e uma reforma constitucional. Pouco depois da assinatura do acordo, o Parlamento aprovou, por ampla maioria, a reposição da Constituição de 2004, que limita os poderes do presidente – uma das principais exigências da oposição.

A crise política na Ucrânia teve início depois de Ianukóvitch suspender os preparativos para um acordo de associação com a União Europeia e agravou-se no fim de janeiro, quando se registaram as primeiras mortes, depois da aprovação de leis limitando a liberdade de manifestação.

Tags: destituição, Eleições, Parlamento, presidente, ucraniano

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.