Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Internacional

Síria: Unicef pede libertação de crianças mantidas em centro de interrogatório

Agência Brasil

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) apelou hoje (18) ao regime sírio para a "rápida libertação” de 56 crianças que estão sob o poder de autoridades em um centro de interrogatório na cidade de Homs, no Oeste do país.

“Hoje, há 56 crianças no centro Al Andalous,  das quais 34 rapazes entre 15 e 18 anos, dez rapazes com menos de 15 anos e 12 meninas com menos de 18 anos”, informou a a porta-voz do Unicef, Marixie Mercado.

Segundo ela, a maioria das crianças menores de 15 anos estão no centro com suas famílias. No entanto, há no local duas que estão desacompanhadas. “O Unicef apela à libertação acelerada de todas as crianças”, disse a porta-voz.

Desde o dia 7 de fevereiro, mais de 1,4 mil pessoas foram deslocadas da cidade de Homs, depois de um acordo entre o regime do presidente Bashar Al Assad e a oposição. Segundo os dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), cerca de 2,5 mil pessoas precisam ser retiradas de Homs.

Nos termos do acordo, os civis começaram a ser retirados no começo deste mês dos bairros sitiados pelo exército sírio em Homs, considerada a capital da revolução contra o regime de Bashar Al Assad. A retirada dos civis foi interrompida e o governador, Talal Barazi, acusou os rebeldes de impedir a continuação das operações.

O conflito na Síria, desencadeado em março de 2011 como uma revolta pacífica que evoluiu para confrontos armado devido à repressão do regime,  já levou à morte de mais de 135 mil pessoas e contabiliza milhões de refugiados e deslocados.

Tags: crianças, homs, libertação, Nações, Unidas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.