Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Novembro de 2014

Internacional

Opositor venezuelano se entrega às autoridades

Leopoldo López estava sendo procurado 

Agência ANSA

O líder opositor venezuelano Leopoldo López, que estava sendo procurado pelas autoridades, se dirigiu hoje, dia 18, ao Ministério de Interior, Justiça e Paz para se entregar. Ele disse que se apresenta diante de uma "Justiça corrupta", mas com o compromisso de que sua "detenção" fará "despertar o país", após afirmar que "nunca" deixará a Venezuela.    

"Hoje estou aqui diante de uma Justiça injusta, corrupta, que não julga de acordo com a Constituição e as leis, mas me apresento diante de vocês, os venezuelanos, com o nosso mais profundo compromisso de que esta prisão vale para o despertar de um povo e a maioria dos venezuelanos que querem mudanças em paz e democracia, vai valer a pena a prisão", disse López vestido de branco diante de milhares de venezuelanos que gritavam "não se entregue".    

"Precisamos construir uma maneira de sair desse desastre e essa saída tem de ser pacífica dentro da Constituição, mas também tem que ser na rua", concluiu.    

Em um vídeo divulgado em redes sociais, López convocou as pessoas a irem às ruas nesta terça-feira e disse que não teme ser preso. Ele sugeriu que todos se vistam de branco no protesto. Nos últimos dias, foram realizadas manifestações em Caracas e em várias cidades do país, com altos índices de violência. Ao menos quatro pessoas morreram e outras 70 ficaram feridas. A última vítima registrada foi um adolescente de 17 anos, morto em Carúpano.

Tags: Atos, Caracas, crise, política, protestos, ruas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.