Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Internacional

Sequestrador de avião da Ethiopian Airlines era o copiloto

Agência Brasil

O sequestrador de um avião da Ethiopian Airlines, que foi forçado hoje (17) a aterrissar em Genebra, na Suíça, era o copiloto do voo, informou o aeroporto. De origem etíope e nascido em 1983, o copiloto aproveitou a ida do comandante ao banheiro, acrescentou o porta-voz do aeroporto, Bertrand Staempfli. "Ele disse que se sentia ameaçado em seu país e que queria pedir asilo na Suíça".

O porta-voz da polícia, Eric Grandjean, disse que o sequestrador não tinha armas. Após aterrissar, o copiloto abriu uma janela na cabine e desceu com a ajuda de uma corda, tendo sido imediatamente detido pelas autoridades, acrescentou Grandjean. O suspeito está detido e deverá ser ouvido pela polícia ainda hoje, disse o procurador-geral de Genebra, Olivier Jornot.

Os passageiros do Boeing 767 saíram do avião com as mãos para cima. O aparelho estava cercado por tropas de elite da polícia. Carros do Corpo de Bombeiros estavam de prontidão.

O voo ET 702, que fazia a ligação entre Adis Abeba e Roma, foi desviado quando sobrevoava o Sudão. As cerca de 200 as pessoas a bordo estão bem, segundo as autoridades, e foram assistidas por médicos e psicólogos no aeroporto de Genebra.

Algumas foram revistadas e ouvidas pelas autoridades, informou o porta-voz da polícia. As decolagens e aterrissagens foram suspensas por um período e depois retomadas.

Tags: avião, ethiopian, etiope, genebra, SEQUESTRO

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.