Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Internacional

Confrontos criam novos 300 mil refugiados no Iraque

Agência ANSA

Mais de 300 mil iraquianos tiveram de abandonar suas casas devido aos combates ocorridos no país nas últimas seis semanas, divulgou nesta terça-feira (11) o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur). 

Segundo o documento, que foi recebido pela ANSA, boa parte dos refugiados deixou as cidades próximas a Falluja e Ramadi, na província de Al Anbar, que desde o início do ano sofre com investidas de rebeldes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL). Os confrontos ocorrem entre rebeldes da Al-Qaeda, grupos sunitas e forças do governo iraquiano.

 Os 300 mil iraquianos se somam a outros 1,1 milhão de refugiados internos, muitos dos quais estão vivendo em escolas, mesquitas e prédios públicos. "Mulheres grávidas e crianças precisam de atendimento médico. E todas as famílias necessitam de água potável, leite, roupas, leitos e materiais de cozinha", destacou um comunicado do Acnur.

    (ANSA)

Tags: acnur, Casa, confronto, iraquianos, onu

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.