Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Internacional

Governo argentino desmente reunião com Papa

Agência ANSA

O chefe do gabinete presidencial de Cristina Kirchner, Jorge Capitanich, desmentiu nesta segunda-feira (10) o encontro entre o Papa Francisco e representantes de sindicatos, de empresários e do governo argentino. O possível encontro foi anunciado no domingo (9), pelo jornal "La Nacion", que dizia que o Pontífice estava muito preocupado com a situação econômica da Argentina. 

Capitanich defendeu, durante uma coletiva de imprensa, o fato do "Papa ser de todos" e de que é "preciso pensar antes de usar falsamente o nome de Francisco para atingir um interesse político determinado". 

Ele ainda ressaltou que desmentir essa informação deve levar a "uma reflexão para não manipular" informações em nome do Papa. Anteriormente, a jornalista Alicia Barrios havia informado que a notícia era falsa, pois tinha conversado com o Pontífice por telefone e ele confirmou que não existia a possibilidade de uma reunião sobre política. 

Francisco, que é argentino, era conhecido por ser opositor da presidente Cristina Kirchner e criticar suas medidas econômicas. Segundo o "La Nacion", o encontro ocorreria no dia 19 de março, no Vaticano. 

Tags: argentinos, crise, Francisco, reunião, vaticano

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.