Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Internacional

Ban Ki-Moon critica na Rússia discriminação e ataques a homossexuais

Agência Brasil

Na véspera da abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, na Rússia, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, criticou hoje (6) a discriminação e os ataques a gays. Segundo ele, muitos atletas, homossexuais e heterossexuais, estão se manifestando contra o preconceito.

“Devemos todos levantar nossas vozes contra os ataques a lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e pessoas intersexo [de sexualidade ambígua]. Devemos nos opor a detenções, prisões e restrições discriminatórias que eles enfrentam”, disse o secretário-geral, em discurso durante reunião do Comitê Olímpico Internacional (COI), em Sochi.

A declaração do secretário-geral da ONU foi feita em meio à polêmica provocada por uma lei russa que proíbe a divulgação de informações sobre homossexualidade para menores de idade, o que tem incentivado a discriminação e atos violentos contra homossexuais no país. Uma série de protestos foi organizada em todo o mundo contra a violência a gays e a ativistas de direitos civis na Rússia.

“As Nações Unidas apoiam firmemente a campanha pela liberdade e igualdade. Eu espero trabalhar com o COI, governos e outros parceiros pelo mundo para construirmos sociedades baseadas na igualdade e na tolerância. Nenhum tipo de ódio deve ter lugar no século 21”, ressaltou Ban.

Tags: Gays, Inverno, jogos, polêmica, putin, russia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.