Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

Internacional

Chuvas deixam 32 mortos e 39 mil famílias desabrigadas na Bolívia

Agência Brasil

O ministro da Defesa da Bolívia, Rubén Saavedra, divulgou hoje (5) um balanço dos danos causados pelas chuvas e inundações dos últimos dias em 109 municípios de várias regiões do país. Até o momento, 32 pessoas morreram, seis estão desaparecidas e há 39,7 mil famílias desabrigadas.

“Cento e nove municípios estão em estado de emergência e, além das vítimas, quase 17,5 mil hectares de terra foram danificados”, ressaltou Rubén Saavedra, em entrevista coletiva no palácio do governo.

Os departamentos mais afetados são Cochabamba, Chuquisaca e Potosí. De acordo com o ministro, a Defesa Civil montou um esquema especial para atender emergências e apoiar as cidades danificadas.

Funcionários do ministério, militares e voluntários ajudam no transporte e na logística de distribuição de medicamentos e alimentos nas regiões afetadas. “Ao todo, 120 toneladas de alimentos foram transportadas”, informou.

Saavedra pediu que população boliviana doe alimentos para o programa de ajuda humanitária. “Precisamos adquirir 170 toneladas para ajudar aos desabrigados”, disse ele.

Tags: Bolivianos, desaparecidos, enchentes, mortes, Tragédia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.