Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2014

Internacional

Hamas rejeita ideia de Palestina desmilitarizada

Agência ANSA

A porta-voz do Hamas na Faixa de Gaza, Isra al-Mudallal, afirmou à ANSA que a organização se opõe à ideia de uma Palestina desmilitarizada, proposta que foi sugerida pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmud Abbas, em entrevista ao jornal The New York Times. "A autodefesa é um direito nosso, a resistência armada dos palestinos é legítima", declarou.    

Ela também acrescentou que o povo não deu poder para o mandatário conduzir as negociações de paz e que seu empenho nas fases atuais das tratativas é irregular porque não ele não dispõe de um "vasto acordo entre o povo palestino e suas facções".    

Segundo a proposta feita por Abbas, Israel manteria suas tropas durante cinco anos em algumas áreas da Cisjordânia. Após esse período de transição, os militares seriam substituídos pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que permaneceria na região por tempo indeterminado. Além disso, o presidente da ANP sugeriu que a Palestina não tenha um Exército, apenas uma força policial para fazer a segurança interna.    

A entrevista gerou críticas também por parte do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que chamou a ideia de "absurda". "Nós devemos reconhecer em um acordo o Estado Palestino e eles, por sua vez, não reconhecerão o Estado judeu?", questionou o premier. 

Tags: crise, Gaza, internacional, Israel, PALESTINOS

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.