Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

Internacional

Eleições na Costa Rica transcorrem sem problemas

Agência Brasil

De acordo com o Supremo Tribunal Eleitoral da Costa Rica, as eleições presidenciais e legislativas que estão sendo realizadas hoje (2) transcorrem sem problemas. Mais de 3,1 milhões de eleitores estão habilitados para votar em um dos 13 candidatos à Presidência. Para que a eleição seja definida em primeiro turno, um dos candidatos deve conquistar 800 mil, ou 40% dos votos válidos.

“As sessões eleitorais foram abertas no horário previsto [6h, no fuso costa-riquenho, 10h no horário brasileiro de verão] e não há registros de problemas nestas primeiras horas de votação”, informou o assessor político do Supremo Tribunal Eleitoral do país, Gustavo Roman, em uma entrevista coletiva.

Ao todo, 2.015 centros de votação estão abertos para que os eleitores escolham o presidente da república, dois vice-presidentes e 57 deputados para a Assembleia Legislativa, para o período 2014-2018. O processo será encerrado às 18h (22h no horário brasileiro de verão).

A expectativa da Justiça Eleitoral é que duas horas depois do fechamento das seções eleitorais sejam divulgados os resultados preliminares da votação. Se nenhum dos candidatos presidenciais alcançar 40% dos votos válidos (800 mil votos), será realizado um segundo turno, no próximo dia 6 de abril.

De acordo com analistas e colunistas políticos locais, existe uma grande possibilidade de que um segundo turno seja necessário, porque três candidatos têm entre 20 e 22% das intenções de voto. Os candidatos com melhor desempenho são o esquerdista José María Villalta, da Frente Ampla; Johnny Araya, do Partido Liberação Nacional (PLN), candidato da atual presidenta Laura Chinchilla, e Otto Guevara do Movimento Libertário, de direita.

O processo é acompanhado por mais de 100 observadores internacionais. Nesta eleição, pela primeira vez os costa-riquenhos residentes no exterior podem votar. O país tem pouco mais de 12 mil eleitores fora de seu território.

Tags: candidatos, eleitores, legislativas, presidenciais, votar

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.