Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Internacional

Três candidatos lideram disputa presidencial na Costa Rica

Agência Brasil

A quatro dias das eleições presidenciais e legislativas na Costa Rica, o cenário é de indefinição entre os principais candidatos à Presidência do país, que aparecem nas pesquisas com 20% a 22% das intenções de voto, o que indica um provável segundo turno. As eleições ocorrerão no próximo domingo (2) para a escolha do presidente e de 57 deputados da Assembleia Legislativa do país.

Os três candidatos com melhor desempenho nas pesquisas são o esquerdista José María Villalta, da Frente Ampla; Johnny Araya do Partido Liberação Nacional (PLN), candidato da atual presidenta Laura Chinchilla, e Otto Guevara do Movimento Libertário (de direita).

A imprensa costa-riquenha começa a divulgar notícias sobre possíveis alianças entre os candidatos em um eventual segundo turno. Os dois mais bem colocados deverão buscar o apoio do terceiro colocado e também dos demais 11 candidatos. No país, fala-se no “equilíbrio das três forças” que lideram as pesquisas.

A partir de hoje (30), conforme a legislação eleitoral, está proibida a divulgação de pesquisas de intenção de voto e também a difusão de propaganda eleitoral, por rádio, televisão e internet. Os candidatos também encerram suas campanhas com comícios no país.

Na reta final da campanha eleitoral, tanto o Supremo Tribunal Eleitoral quanto os candidatos, além do governo da presidenta Laura Chinchilla, tentam motivar os eleitores a participarem do processo eleitoral. Cerca de 3,1 milhões de costa-riquenhos estão habilitados a votar, mas, nas eleições presidenciais de 2010, a abstenção foi superior a 30%. 

Tags: candidatos, costarriquenhos, Eleições, prévias, urnas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.