Jornal do Brasil

Quinta-feira, 21 de Agosto de 2014

Internacional

Movimento pede impeachment de presidente da Itália

Agência ANSA

O Movimento 5 Estrelas (M5S), liderado pelo ex-comediante Beppe Grillo, apresentou nesta quinta-feira (30) um pedido de impeachment contra o presidente italiano, Giorgio Napolitano, alegando "atentado à Constituição".

Segundo o vice-presidente do M5S na Câmara dos Deputados, Luigi di Maio, Napolitano tem governado e tomado decisões para favorecer apenas uma ala política. "De juiz ele passou para jogador com rosto de capitão", criticou.

O M5S é contrário às decisões tomadas por Napolitano desde a formação do governo do premier Enrico Letta. O partido acusa o presidente de abuso de poder, interferência em processos judiciários, entre outros.

Porém, questionado por jornalistas se estava preocupado com o pedido de impeachment, Napolitano se limitou a dizer: "Que o processo siga seu curso".

Enquanto isso, parlamentares do M5S protestam desde ontem no Palácio de Montecitório, sede da Câmara dos Deputados da Itália, tumultuando as sessões legislativas.

"Ontem assistimos nessa sala a comportamentos e episódios gravíssimos a todo o mundo, a toda a cultura institucional e a toda a praxe democrática", disse a presidente da Câmara dos Deputados, Laura Boldrini.

Ela arrancou aplausos dos parlamentares do Partido Democrático (PD), ao qual pertence o premier Enrico Letta. Apenas três deputados do M5S estavam presentes.

Desde a noite de ontem, as portas de acesso ao escritório de Boldrini no Palácio de Montecitorio também estão bloqueadas. As portas com vidros blindados estão fechadas à chave, o que nunca tinha ocorrido na história da Itália.

A tensão na política italiana tem sido tanta que nem a Comissão de Justiça da Câmara conseguiu iniciar a sessão prevista para às 8h30 de hoje, porque o deputado do M5S Vittorio Ferraresi se sentou na cadeira da Presidência dizendo que não sairia dali até a renúncia de Boldrini. 

Tags: crise, Governo, itália, partidos, presidente

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.