Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Internacional

'Clarín': Kirchner disse que falou com Dilma sobre "pressões especulativas"

Jornal do Brasil

O jornal Clarín informou que a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, publicou na sua conta no Twitter, nesta segunda (27/1), que ela e Dilma Rousseff se "emocionaram muito" quando se viram em Cuba. E acrescentou: "Não nos viemos desde (minha) operação. Conversamos muito. Tema principal: pressões especulativas sobre tipos de câmbio dos países emergentes".

Cristina não deu mais detalhes da conversa e para ilustrar a informação publicou duas fotos nas quais aparece ao lado de Dilma - na primeira, as duas sorridentes e num abraço apertado. Nas suas mensagens na rede social, ela criticou especuladores que atuam, escreveu, "com a cumplicidade, claro, de grupos econômicos, exportadores, importadores, entre outros". 

O Clarín esclarece que as duas presidentes participam da reunião da CELAC (Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos), em Havana, Cuba. Essa é a primeira viagem internacional da presidente argentina após ter sido submetida a uma cirurgia para a retirada de um coágulo na cabeã, no ano passado. O texto diz ainda que nesta segunda, quando estreou a autorização para a compra limitada de dólares, a maioria dos bancos e casas oficiais e não oficiais de câmbio optou por não operar. O dólar oficial fechou a oito pesos e o paralelo, chamado aqui de 'blue', a 12,20 pesos. As cotações continuaram, assim, similares as da semana passada, quando o paralelo chegou a treze pesos, na véspera de o governo anunciar a flexibilização para a venda controlada de moeda estrangeira.

Tags: Cuba, emergentes, kirchner, países, rousseff

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.